logotype
17 -November -2018 - 15:17

Código de Ética e Conduta

Artigo 1º 

Âmbito de Aplicação

O Código de Ética e de Conduta do Transporcarga é aplicável a todos os colaboradores da organização, quer através de vínculo laboral, quer através de contrato de prestação de serviços.

Todos os Colaboradores da Transporcarga, no âmbito das suas funções e competências, nas relações internas e externas, devem acatar os princípios e valores éticos explícitos neste código tal como as suas disposições.

É da responsabilidade da gerência da organização garantir que os princípios adoptados neste Código são comunicados, compreendidos e respeitados por todos os colaboradores. A estes é exigido o estrito cumprimento destes princípios, assim como a comunicação à gerência do não cumprimento do mesmo.

 

Artigo 2º 

 

Salvaguarda dos bens patrimoniais 

 

Os colaboradores devem assegurar a protecção e a conservação de bens económicos que estejam ao seu encargo ou ao seu alcance, assim como adoptar medidas adequadas a minimizar os custos e evitar o desperdício dos recursos disponíveis, tornando mais eficiente o seu uso. Assim como, estes não podem ser utilizados para fins pessoais.

 

Ao salvaguardarem os bens patrimoniais da Transporcarga, os colaboradores também estarão a segurar o bem-estar da sociedade civil, visto estarem em constante contacto com esta.

 

Artigo 3º 

Lealdade 

Os colaboradores devem assumir um comportamento de lealdade para com a organização em que desenvolvem a sua actividade profissional, empenhando-se em salvaguardar a sua credibilidade e prestígio.

Devem estes também denunciar situações que possam por em causa a imagem/ prestígio da Transporcarga:

- Cumprir e fazer cumprir as normas estabelecidas pela organização;

- Agir com transparência, rigor e verdade;

- Ser coerente na prática dos valores e princípios.

- Não exercer actividade externa que interfira com as suas atribuições e actividades da empresa (não incorrer em conflito de interesses).

Entende-se que existe conflito de interesses sempre que o colaborador tenha directa ou indirectamente um interesse pessoal de que possa retirar potencial vantagem para si próprio, para algum familiar ou afim, para amigos ou conhecidos e que possa influenciar o desempenho esperado no exercício das suas funções.

Artigo 4º 

Confidencialidade e sigilo profissional 

Os colaboradores devem usar de reserva e discrição em relação a factos e informações de que tenham conhecimento por via do exercício das suas funções.

As informações pessoais sobre os colaboradores estão sujeitas ao princípio da confidencialidade. 

Artigo 5º

Legalidade 

A informação de gestão deve cumprir a legislação aplicável, ser exacta, completa, realizada atempadamente, representar com fiabilidade a situação económica, financeira, patrimonial, social e ambiental e estar permanentemente acessível em suportes adequados.

Todo o equipamento de transporte deve cumprir todas as normas em vigor tanto a nível do código da estrada como de outra legislação aplicável.

Artigo 6º

Relações Interpessoais 

Os colaboradores devem:

- Contribuir para a criação de um bom ambiente de trabalho, facilitando a colaboração e a cooperação mútuas;

- Primar pelas relações recíprocas por um tratamento cordial, respeitoso e profissional;

- Procurar as melhores soluções para a empresa independentemente dos seus interesses;

- Partilhar o conhecimento e a informação;

- Promover a entreajuda.

Artigo 7º

Segurança e Bem-Estar no Trabalho 

A Transporcarga assegura o cumprimento das normas aplicáveis em matéria de segurança, saúde, higiene e bem-estar no local de trabalho, devendo os seus colaboradores observar regulamentos as instruções internas sobre esta matéria.

O cumprimento das regras de segurança é uma obrigação de todos, sendo dever dos colaboradores da organização informar atempadamente a gerência da ocorrência de qualquer situação anómala susceptível de poder comprometer a segurança das pessoas, instalações e equipamentos da organização.

Artigo 8º

Igualdade de Oportunidades 

A Transporcarga respeita o princípio da igualdade de oportunidades e o mérito individual, promovendo valorização profissional dos seus colaboradores ao longo da vida laboral dos mesmos.

Os colaboradores devem procurar, de forma permanente, o aperfeiçoamento e actualização dos seus conhecimentos, tendo em vista a manutenção, o desenvolvimento e a melhoria das suas capacidades profissionais e a prestação de melhor serviço aos clientes.

São inadmissíveis quaisquer formas de discriminação individual incompatíveis com a dignidade da pessoa humana, nomeadamente em razão da origem, etnia, sexo, confissão política ou religiosa, sendo igualmente proibidas condutas que se aproximem com qualquer prática de assédio. O direito à reserva da intimidade da vida privada deve ser respeitado escrupulosamente.

2018  TRANSPORCARGA  ● Developed by : Silvino Marques